Carnaval New Orleans

Carnaval de New Orleans: Visitando o Mardi Gras World

⚜️ Carnaval de New Orleans ⚜️

O Carnaval mais famoso dos Estados Unidos

Em nossa visita à New Orleans no estado da Louisiana, tivemos a oportunidade de conhecer um pouco dos preparativos do maior carnaval dos EUA. Considerado um dos melhores carnavais do mundo, o tradicional Mardi Gras de New Orleans atrai todos os anos milhares de visitantes à cidade.  E mesmo nós, que não somos muito chegados numa muvuca de carnaval, curtimos bastante a atmosfera festiva e descontraída da cidade em período pré-carnavalesco, quero dizer pré Mardi Grasnesco.

Carnaval em New OrleansO carnaval como conhecemos hoje teve suas origens na Europa, e segundo diz a história, ele começou como uma celebração pagã de final de inverno/início de primavera que remonta ao tempo dos gregos e a lupercalia dos romanos.

Com a cristianização do império romano, a Igreja Católica logo passou a condenar essas tradições pagãs que iam contra seus preceitos. Mas depois de tentar, sem sucesso, suprimí-las, a igreja acabou cooptado alguns dos elementos desta celebração e passou a acomodá-los no calendário cristão.

Com o passar dos séculos o festival passou a ser conhecido como carnevale (adeus à carne), referindo-se ao início do jejum da quaresma que começa na quarta feira de cinzas, num tempo de preparação espiritual para a páscoa e ressureição de cristo. E por muitos séculos a celebração, que dura vários dias entre a Epifania e se extende até a quarta-feira de cinzas continuou a ser caracterizada pelo caos e lascívia pública.

Mas foi no século XVII, em Veneza, que o carnaval tornou-se uma celebração teatral, muito próxima ao que entendemos hoje como carnaval. Caracterizado pelos bailes de máscaras barrocas de gesso, nos quais os cidadãos, das mais diferentes classes sociais, transformaram-se em personagens da commedia dell’arteand que tomavam conta das ruas da cidade. A festa logo se espalhou por outras partes da europa e tornou-se particularmente comum na França, Portugal e Espanha e as variações deste festival pagão cristianizado, logo se espalharam pelas suas respectivas colônias no novo mundo.

Em New Orleans, o carnaval foi trazido pelos primeiros colonizadores franceses da Louisiana. Tanto que o termo Mardi Gras, utilizado para se referir ao carnaval da cidade, é na verdade um termo de origem francesa que pode ser traduzido como terça-feira gorda, referindo-se a terça-feira de carnaval,o último dia antes do início do jejum da quaresma.

Em nossa passagem por New Orleans, aproveitamos o New Orleans Power Pass para conhecer o Mardi Gras World. Localizado na área portuária da cidade, às margens do rio Mississipi e ao lado do centro de convenções da cidade. Este é o local onde boa parte do Mardi Gras de New Orleans é concebido ao longo de todo o ano.

Visitar o local a cerca de 3 semanas antes do desfile é algo ainda mais especial e poderia ser comparável a uma versão americanizada de um barracão de escola de samba, mas sem o espirito competitivo das escolas de samba dos grupos especiais e de acesso no Brasil. O legal é que no Mardi Gras World você pode caminhar pelos carros alegóricos, tirar fotos.

Lá eles criam muitos dos carros alegóricos dos diferentes blocos que desfilam durante o Mardi Gras de New Orleans. Os blocos carnavalescos de NeW Orleans são conhecidos como krewe e são compostos em muitos casos por mais de 15 carros alegóricos. Destes cerca de ¼ deles geralmente são carros alegóricos permanentes que representam o bloco todos os anos. Os demais mudam todos os anos de acordo com o tema escolhido pelo krewe.

Mas o que me chamou atenção em particular durante a visita foi o fato de que lá são produzidos muitas das estátuas de personagens em quadrinhos e filmes dispostos nos principais parques temáticos dos EUA e até de outros países. Sabe os bonequinhos de M&M’s que estão na fachada ou no interior da loja da Times Square em Nova York? Ou quem sabe as estátuas de personagens espalhados pela Disney ou Universal Studios? Então todos eles nasceram em New Orleans no Mardi Gras World. Interessante não?

Mais interessante ainda é o fato que o Mardi Gras World, hoje na verdade uma empresa chamada Blaine Kern Studios começou quando seu fundador Blaine Kern pintou um mural no hospital em que sua mãe foi hospitalizada para ajudar a pagar as contas do tratamento dela.

A pintura chamou a atenção de um cirurgião que era capitão de um dos krewes do Mardi Gras de New Orleans. Blaine, logo foi contratado para projetar um desfile completo e com o tempo, tornou-se o maior “carnavalesco” da cidade. Desenhando e projetando o Mardi Gras de krewes como Rex, Zulu e outros lendários blocos de carnaval da cidade.

Apesar de existirem outros lugares especializados na confecção dos carros alegóricos e alegorias do Mardi Gras de New Orleans. É ali as margens do rio Mississipi que mais de 50 carros alegóricos são produzidos ou reformados todos os anos, além é claro das estátuas, esculturas feitas em diferentes materiais para diferentes parques e desfiles por todos os EUA o que faz do lugar um ponto vital para o sucesso e grandiosidade do Mardi Gras de New Orleans.

Visita ao Mardi Gras World em New Orleans

A visita começa com o pagamento do ingresso. Alí você ganha seu colar de contas de Mardi Gras (conhecido como Beads). Estes beads geralmente são de três cores que simbolizavam as cores da família real francesa e que hoje são as cores oficiais do Mardi Gras de New Orleans. As cores são o verde, amarelo e roxo, simbolizando fé, poder e justiça, respectivamente.

E é um destes colares de contas personalizados que serve de credencial para visitar o barracão. O tour começa com uma breve explicação de como são feitos os carros alegóricos, os desenhos e projetos iniciais.

Na sequência entramos no barracão propriamente dito. Como o local recebe muitos turistas, principalmente nesta época do ano, nosso tour tinha pelo menos umas 30 pessoas. Minha dica é dar um jeito de ficar o mais perto possivel da guia e destra forma conseguir escutar as explicações e tirar algumas fotos legais.

O local parece como uma fábrica. É dividida por setores que vão desde a serralheria expecializada na montagem do chassi dos carros alegóricos, passando pela área de marcenaria, carpintaria, montagem de moldes em Papier Mache, pintura e acabamento só para citar alguns. Durante a visita podemos ver todo mundo trabalhando e podemos até conversar com alguns deles.

O local apresenta alegorias e carros em diferentes estágios de acabamento. Embora todos estivessem praticamente prontinhos para o Mardi Gras desse ano, eles já estavam começando a preparação para o Mardi Gras do ano que vem. Mas o foco da cerca de 30 pessoas trabalhando no momento de nossa visita era correr contra o relógio para dar conta do recado até o Mardi Gras deste ano deixando tudo perfeito para os desfiles.

Dentro do barracão eles tem muitas alegorias guardadas de outros carnavais, muitas vezes estas alegorias são reutilizadas e recicladas, outras ficam ali simplesmente para os visitante apreciar um pouco da história do Mardi Gras ao longo dos últimos anos. São estátuas, bustos de famosos, personagens de filmes, historias em quadrinhos e desenhos.. Praticamente um tour back-stage num parque temático.

 Quando termina o tour guiado, você é levado a um anfiteatro para assistir a um vídeo sobre a história do Carnaval de New Orleans e para experimentar o tradicional bolo de reis. Mas acabamos fugindo desta parte. Estávamos com pouco tempo, visto que teríamos um tour culinário pelo Vieux Carré (French Quarter) dali cerca de 1 hora.

Antes de irmos embora, ainda fomos dar uma voltinha pelos carros alegóricos por conta própria e assim poder tirar algumas outras fotos. Achei um barato poder andar pelo barracão o quanto quiser, e olhar os carros alegóricos praticamente prontinhos que estavam por ali bem de pertinho. A única coisa que eles pedem é para não tocar em nada e não subir em nada.

 

Informações uteis para visitar o Mardi Gras World em New Orleans

O Mardi Gras World é uma das 25 atrações do New Orleans Power Pass que você pode comprar aqui.

Para chegar ao Mardi Gras World existe um Shuttle Service gratuito que passa por diversos pontos da cidade. Na ida acabamos perdendo um por uma questão de 2 minutos, acabamos pegando um Uber. Como o local não é assim tão longe do French Quarter na volta acabamos voltando à pé mesmo.

O tour dura aproximadamente 1 hora e o ingresso custa USD 22 para adultos, USD 17 para adultos com mais de 65 anos e USD 14 para crianças entre 2 e 11 anos. (Valores de Jan 2019).

O Horário de funcionamento do local é das 09:00 às 17:30, sendo que o ultimo tour começa as 16:30.

Endereço

Mardi Gras World

1380 Port of New Orleans Place,

New Orleans, LA 70130

Gostou desse post? Salve ele no Pinterest

Toda vez que você reserva algo por algum link aqui do blog, recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter.

Sempre atualizado e com novas dicas de viagem. Obrigado!!

 

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Todos os campos são requeridos.