Barco pelo Lake Taupo

Lake Taupo: Passeio de barco e outras atividades no lago

Lake Taupo

Com aproximadamente 40 km de comprimento por cerca de 30 km de largura, o Lake Taupo é o maior lago de água doce da Nova Zelândia e o segundo maior lago de toda a Oceania. Com uma profundidade média que passa dos 110 metros e que chega aos impressionantes 186 metros de profundidade, ele cobre uma surperfície de aproximadamente 625 quilômetros quadrados. O equivalente a mais ou menos ao tamanho de Singapura.

Taupo e região são um dos destinos de férias mais concorridos e visitados da ilha norte da Nova Zelândia. Reconhecida pelas belezas cênicas de seu entorno, a região atrai anualmente cerca de 1,5 milhões de visitantes. Sendo que a pequena cidade de Taupo, com seus pouco mais de 32.000 habitantes, vê sua população literalmente dobrar durante os finais de semana na alta temporada (Dez-Fev).

O lago é a principal das inúmeras atrações encontradas por ali, como a magnífica Huka Falls. Só essas duas já são um bom motivo para visitar a região. Agora se você tiver um pouquinho de sorte, em dias de tempo bom, é possível se avistar as montanhas/vulcões com neve que cercam o lago em sua porção meridional e que estão protegidos pelos limites do Tongariro National Park.

Imprevistos acontecem! Garanta seu seguro de viagem aqui!
Utilize o link promocional: CLIQUE AQUI para receber desconto em sua compra.

Além de dar uma volta completa ao redor do lago de carro, aproveite para fazer um passeio de barco por suas águas com uma das várias empresas que oferecem este tipo de passeio por lá. Outra atividade que ganha cada vez mais adeptos na região do Lake Taupo são os passeio de bicicleta.

Passeio de Barco pelo Lake Taupo

Numa das minha várias visitas à cidade, acabei optando por fazer um passeio de barco pelo lago. Dentre as várias opções disponíveis, acabei optando por uma empresa que além do passeio cênico de 2 horas, oferece um Sunday Brunch à bordo.

Compramos nossos tickets pelo Get Your Guide na véspera para garantir nossos lugares na embarcação e no dia seguinte, cerca de 30 minutos antes do início oficial do passeio, já estávamos na Marina de Taupo, na costa norte do lago, prontos para o passeio.

O barco saiu pontualmente no horário e não estava muito cheio. Navegamos em sentido horário pela costa norte do lago até a altura do Wharewaka Point. E de lá cruzamos a principal baía do lago de Taupo (Tapuaeharuru Bay) até o Rangatira Point na margem oposta.

Enquanto nos aproximávamos da outra margem, a esposa do proprietário/comandante do barco nos chamou para a popa da embarcação para nos mostrar uma coisa: Repentinamente ela tira um pedaço de pão do bolso e começa a acenar para o lago e quando percebemos, um casal de patos selvagens aparece voando no horizonte vindo em direção ao barco.

E quando menos esperamos um deles vem e pega o pão na mão dela. Super interessante!! Obviamente ninguém do barco resistiu a tentação de alimentar os patos voando  e também resolvemos brincar desta brincadeira e tirar várias fotos divertidas.

Maori Rock Carvings no Lake Taupo

De Rangatira Point seguimos navegando pela cristalina Mine Bay até a principal atração do passeio. “The Maori Rock Carvings” um conjunto de esculturas Maoris feitas em pedras num dos costões do Lago de Taupo.

Quando estava pesquisando o que ver e fazer no Lake Taupo e região, me deparei com várias fotos das tais Maori Carvings. E sem saber da história, num primeiro momento, pensei que fossem esculturas antigas feitas pelos nativos a alguns séculos atrás. Confesso que cheguei e ficar intrigado, como é que eles teriam conseguido fazer algo assim, naquela tamanho e naquele lugar.

Foi aí que acabei descobrindo que na verdade, tais esculturas maoris em pedra foram feitas por integrantes da tribo Tuwharetoa no final da década de 80 com o objetivo de representar e conservar suas lendas e tradições. Além é claro de transformar a área num ponto de interesse turístico.

Apesar de ter perdido um pouco a graça, escutar a lenda por de trás de tais esculturas foi até que bem interessante. As esculturas apresentam uma série de motivos maoris, principalmente em homenagem à Taniwha, que segundo as lendas locais é a protetora do lago e cujos poderes protegem também a pequena ilha de Motutaiko. Uma pequena ilhota na porção sudoeste do lago considerada território sagrado para os maoris locais e onde estão sepultados diversos chefes tribais.

Deixando as “Maori Rock Carvings” continuamos o passeio de barco pelo Lake Taupo até Kaiapo Bay, onde o Brunch foi então finalmente servido. Na verdade um cafezão da manhã em estilo americano com direito a ovos mexidos, bacon, salsichas, muffins e afins.

Ficamos ancorados por alí por cerca de meia hora. A cor da água por alí não deixava muito a desejar a alguns dos destinos que visitamos no pacífico sul, com a diferença que alí a água era doce.

A medida que navegamos pela Mine Bay outra coisa que chamou atenção foi as falésias do costão desta margem. Segundo o comandante da embarcação, há algunas centenas de anos atrás, era alí que ficava a beira do lago. Isso mesmo 34 metros acima do nível atual.

O legal do passeio de barco pelo Lake Taupo é que, além de relaxar e curtir um visual maravilhoso, o comandante vai falando um pouco sobre a história, geologia e cultura do local.

A partir dalí, iniciamos nossa jornada de volta em direção à Marina de Taupo, desta vez navegando ao longo da Acacia Bay. A qual as acácias, se que elas existem, ficaram ofuscadas pela floração das giestas que estavam maravilhosas colorindo a paisagem de um amarelo ouro vibrante.

O passeio não é digamos dos mais emocionantes e memoráveis que já fizemos na vida, mas ainda sim vale à pena para um domingo relax pela manhã. Na minha opinião, a melhor experiência à bordo ficou por conta mesmo dos patos selvagens vindo comer na nossa mão. E as fotos das escultura Maori em pedra. Para o café da manhã/brunch eu daria um 7,5.

Agora se você estiver a fim de algo com mais adrenalina, Taupo é reconhecida como um dos melhores lugares para a prática do Sky Diving, Bungy Jump e afins da Nova Zelândia. Durante nosso passeio vimos pelo menos uns 3 saltos distintos.

Pesca da truta em Taupo

Outra atividade interessante e bastante popular é pescar truta no lago.. Por sinal as trutas do Lake Taupo são famosas. Na verdade, são espécies exóticas que foram introduzidas no final do século XIX, mais precisamente por volta de 1898, e que hoje são a espécie de peixe dominante do lago.

Naquela época foram introduzidas 2 diferentes espécies de trutas: as Rainbow Trouts da Califórnia que pesam em média até 1,5 kg e as Brown Trouts da Europa (Alemanha) que pesam em média 2,5 Kg cada.

Ambas espécies se adaptaram super bem ao novo ambiente e literalmente dominaram o Lake Taupo e hoje são um dos últimos remanescentes de populações de trutas selvagens no mundo.

Ainda falando sobre pesca da truta, uma peculiaridade que achei muito interessante é que se você quiser comer truta na Nova Zelândia, você tem que pescá-la pessoalmente. Isso mesmo: Por lei elas não podem ser compradas, vendidas ou criadas em cativeiro. Porém podem ser capturadas como pesca esportiva em que o pescador precisa obviamente comprar uma licença para poder fazer isso.

 

A boa notícia que que uma vez pescada, você pode levar sua truta para casa, ou até mesmo levar num restaurante e pedir para eles prepararem o peixe na hora.. Por sinal em Taupo existe até um lugar que você pode levar os peixes para serem defumados e levar para casa no dia seguinte devidamente defumado e empacotado. Legal não é não?!

Para os interessados em pescar truta no Lake Taupo, o barco custa numa faixa de 100-200 NZD por hora (dependendo o tamanho da embarcação). Eles providenciam todo o equipamento necessário para a pescaria. A licença de pesca no Lake Taupo por sua vez, custa aproximadamente 20 NZD por pessoa por dia. Existem outros tipos de licença também (Semanal e Temporada). Todas as pessoas do barco tem que pagar, mas crianças pagam mais barato.

Para aqueles que curtem pescaria em rio, a dica é ir até Turangi, uma pequena cidadezinha na margem sul do Lake Taupo e que fica às margens do rio Tongariro, que é famosa por suas Rainbow trouts (truta arco-íris).

Endereço:

Chris Jolly Outdoors

Berth 4, Taupo Boat Harbour

Ferry Road, Taupo Nova Zelândia

Coordenadas GPS:

Latitude Longitude
S 38 41.200 E 176 03.922

Se este post foi útil para você, ajude o blog a continuar existindo reservando hotel, alugando carro, contratando seguro viagem, comprando passagens, SIM Cards e reservando seus passeios e atrações. Prestigiando nosso trabalho e planejando suas viagens através dos links do blog continuaremos a postar dicas e posts de nossas aventuras pelo mundo e assim esperamos ajudar a melhorar ainda mais a sua experiência de viagem.

Reservando através dos links do blog você não paga mais por isso, mas o blog recebe uma pequena comissão. Você pode ficar sabendo mais sobre como isso funciona na política do blog Fotos & Destinos.

Aproveite também para seguir nossas redes sociais como Instagram e Facebook

 

Obrigado!!

Oscar Augusto Risch

8 Comentários

  1. avatar
    Posted by Jenny Maria| 17/05/2016 |Responder

    Uaullll que bacana este post e achei o maximo poder fazer passeio para pescaria e melhor ainda comer uma truta defumada..
    Bjos

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 17/05/2016 |Responder

      Legal né?! Com certeza um dia ainda vamos voltar para pescar por lá novamente!!

      Bjs

  2. avatar
    Posted by 360meridianos (@360meridianos)| 17/05/2016 |Responder

    Estivemos em Taupo de passagem, a caminho de Tongariro. Foram só umas duas horas na cidade, que me pareceu muito simpática. Almoçamos numa rua em frente ao lago. Muito bonito mesmo (como tudo na Nova Zelândia). Muito engraçadas as fotos dos patos! hehehe

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 17/05/2016 |Responder

      Pois é Taupo é uma graça… Vale à pena dedicar um meio dia explorando algumas atrações da cidade como por exemplo a Huka Falls
      Abraço

  3. avatar
    Posted by Gustavo – Viajar e Pensar| 17/05/2016 |Responder

    Interessante a historia das esculturas Maoris e dos nível do lago estar subindo é um alerta, não?

    Abraço
    @GusBelli

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 17/05/2016 |Responder

      Gustavo

      Na verdade o nível do lago está descendo.. Se estivesse subindo certamente seria motivo de alert, mas aparentemente segundo o GNS (Serviço Geológico Nacional da NZ), o super vulcão que formou o Lake Taupo não deve entrar em erupção tão cedo.. Pelo menos não em nossa geração..

      Abraço

  4. Posted by Lenamax| 17/05/2016 |Responder

    Me divirto com seus relatos, Oscar! Ainda tô rindo aqui ?

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Todos os campos são requeridos.