Zoológico de Auckland

Zoológico de Auckland

Auckland Zoo

Localizado no subúrbio de western springs à cerca de 7 km do centro de Auckland, o Auckland Zoo é o maior jardim zoológico da Nova Zelândia. Ocupando uma área de pouco mais de 16 hectares, o zoológico de Auckland possui uma coleção de cerca de 875 animais de aproximadamente 140 espécies diferentes.

Criado a partir da coleção particular de animais nativos e exóticos amealhada por J.J Boyd a partir de 1911, o Zoológico de Auckland abriu suas portas ao público em seu atual endereço 11 anos mais tarde, em 16 de Dezembro de 1922.

Imprevistos acontecem! Garanta seu seguro de viagem aqui!
Utilize o link promocional: CLIQUE AQUI para receber desconto em sua compra.

Apesar de não ser o melhor dos zoológicos que já visitamos até hoje. Uma visita ao Zoológico de Auckland é um tipo de passeio interessante para se fazer com crianças. Agora se você curte apreciar animais e que quer aprender um pouco mais sobre os animais nativos da Nova Zelândia, uma visita ao Zoológico certamente será interessante.

Minha primeira visita ao Auckland Zoo foi logo nas minhas primeiras semanas morando na Nova Zelândia. Naquela oportunidade, a visita valeu à pena não só pelos grandes mamíferos africanos, mas principalmente pela chance de ver ao vivo e a cores os simpáticos Wallabies nativos da Austrália pela primeira vez.

O ponto alto da visita, no entanto, foi ver o legendário Kiwi da Nova Zelândia. Embora os Kiwis fiquem num ambiente de penumbra, e localizá-los não é das tarefas mais fáceis. Observá-los, mesmo em cativeiro é uma experiência que você dificilmente irá encontrar fora da Nova Zelândia.

Além do famoso Kiwi, o Auckland Zoo conta ainda com uma considerável coleção de aves com várias espécies de aves endêmicas da Nova Zelândia, como o Kea, Tui, Kereru, Kakariki entre outros.

Para quem quase nunca visitou outros zoológicos pelo mundo, o Auckland Zoo é uma excelente oportunidade para ver ao vivo e a cores uma série de animais que você nunca viu antes na vida. Animais como o Rinoceronte,  Orangotango, Canguru, Girafa, Wallaby, a tartaruga de galápagos, Red Panda e até mesmo o nosso mico-leão dourado, são apenas alguns dos animais digamos “raros” que você encontra no zoológico de Auckland.

Logo após comprar seus os ingressos, recomendo adotar um roteiro meio que no sentido horário para conhecer o local. Uma das primeiras paradas deve ser no NZCCM (New Zealand Centre for Conservation Medicine). Um hospital veterinário de ponta inaugurado em 2007 e que conduz uma série de programas voltado a conservação de animais nativos da Nova Zelândia, assim como de outros animais. A estrutura do hospital é realmente fantástica e vale a pena conhecer, uma vez que a maior parte dos ambientes possuem um vidro cujos visitantes podem observar o funcionamento do mesmo.

Durante a visita além de curtir os animais e tirar algumas fotos, você provavelmente irá aprender algumas coisas novas. Por exemplo: Você sabia que não existem mamíferos terrestres nativos na Nova Zelândia?! Bem na verdade existem duas espécies de morcegos. Uma delas é considerada tecnicamente extinta e a outra em vias de extinção. Existia uma terceira espécie que foi vista pela última vez em 1967.

Falando em extinção, a Nova Zelândia poderia/pode ser considerada o paraíso das aves. Bem até a chegada dos Maoris (primeiros humanos a habitar a Nova Zelândia) pelo menos. Por aqui existiam os Moas, aves gigantes, parentes próximos do Emu, Ema e Avestruz, as quais chegavam a ter até 3 metros de altura e chegavam a pesar mais de 250 Kg. O fato é que desde a chegada do homem e com a introdução de elementos exóticos ao ecossistema, cerca de 60 diferentes espécies de aves, sendo 10 delas espécies de Moas, foram perdidas para sempre e algumas dezenas de outras espécies encontram-se seriamente ameaçadas.

Isso explica o cuidado que se tem hoje nos portos e aeroportos do país visando a entrada de animais, ou patógenos que venham a acelerar ainda mais este processo e é claro possam vir a interferir na produção agropecuária do país. Uma das principais fontes de renda da balança comercial do país.

Informações Úteis:

O Zoológico de Auckland abre 364 dias por ano, fechando apenas no dia de Natal, das 09:30 às 17:30 fechando meia hora mais cedo durante o inverno (Maio-Agosto). Para valores e calendário consulte este link.

Durante o verão (Fevereiro e Março) o Zoológico fica aberto até as 19:30 às quartas feiras e a entrada tem desconto após as 16:15.

Ao longo do dia, existe a oportunidade de ser assistir os animais serem alimentados por seus tratadores. Geralmente esses eventos enchem bastante e o ideal é chegar com uns 15-20 minutos de antecedência para garantir um lugar legal. Os horários estão disponíveis no mapa dado na compra do ingresso no Zoológico, ou diretamente neste link aqui

Se este post foi útil para você, ajude o blog a continuar existindo reservando hotel, alugando carro, contratando seguro viagem, comprando passagens, SIM Cards e reservando seus passeios e atrações. Prestigiando nosso trabalho e planejando suas viagens através dos links do blog continuaremos a postar dicas e posts de nossas aventuras pelo mundo e assim esperamos ajudar a melhorar ainda mais a sua experiência de viagem.

Reservando através dos links do blog você não paga mais por isso, mas o blog recebe uma pequena comissão. Você pode ficar sabendo mais sobre como isso funciona na política do blog Fotos & Destinos.

Aproveite também para seguir nossas redes sociais como Instagram e Facebook

 

Obrigado!!

Oscar Augusto Risch

4 Comentários

  1. avatar
    Posted by Jenny Maria| 13/03/2015 |Responder

    Amei o zoo. Deve ser muito interessante. Bjos

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 13/03/2015 |Responder

      A visita no Zoo aqui valeu principalmente para ver o famoso Kiwi e vários outros animais que só existem na Nova Zelândia 😀

  2. avatar

    […] Veja também: O Zoológico de Auckland na Nova Zelândia […]

  3. avatar
    Posted by Aquário de Auckland| 26/11/2015 |Responder

    […] Auckland Zoo : Zoológico de Auckland […]

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Todos os campos são requeridos.