Porta de Bilbo Bolseiro em Hobbiton na Nova Zelândia

Hobbiton: Visitando o condado dos Hobbits na Nova Zelândia

Hobbiton

Visitando o Condado dos Hobbits na Nova Zelândia

Desde o lançamento do primeiro filme da trilogia, O Senhor dos Anéis em 2001, a Nova Zelândia passou a ser também conhecida como “The Real Middle Earth”. Isso porque, tanto a trilogia O Senhor dos Anéis, quanto O Hobbit, foram baseadas na obra literária de J. R. R.Tolkien e inteiramente filmadas no país.

Para quem não é familiarizado com o tema, os Hobbits são criaturas fictícias criadas por J.R.R.Tolkien e que moram num mundo fictício também inventado por ele, a Terra Média ou Middle Earth. Os Hobbits seriam “parentes” da raça humana, tendo como características marcantes a baixa estatura e os pés peludos. Eles aparecem pela primeira vez no livro “O Hobbit”, de 1937 cujo protagonista é Bilbo, o Bolseiro.

Quando o livro “O Senhor dos Anéis” foi adaptado para o cinema por Sir Peter Jackson, os Hobbits ficaram ainda mais conhecidos graças a personagens marcantes como Frodo e Bilbo Baggins, Sam, Merry e Pippin.

No mundo ficcional de J. R. R. Tolkien, Hobbiton é um bucólico vilarejo situado ao longo de um curso d’agua, com um moinho e uma hospedaria chamada Ivy Bush, no extremo ocidental da aldeia, na estrada para Bywater.

Na vida real, quero dizer no cinema, este local, utilizado para as filmagens de ambas as trilogias de “O Senhor dos Anéis” e “O Hobbit” existe. E é conhecido como Hobbiton Movie Set.

E é justamente sobre Hobbiton. Essa atração que hoje atrai milhares de turistas e fãs de LOTR do mundo inteiro, desde que foi inaugurada em 2012 com o lançamento da trilogia do “The Hobbit” ,que vamos conhecer um pouquinho mais neste post.

Vamos lá?

Hobbiton - Condado dos Hobbits na Terra Média

Hobbiton: Uma introdução ao condado dos Hobbits na Nova Zelândia.

Situada nos arredores da pequena e pacata cidade de Matamata na ilha norte da Nova Zelândia, Hobbiton transformou-se numa das mais visitadas e concorridas atrações ligadas às trilogias do Lord of the Rings e do The Hobbit em toda a Nova Zelândia.

Hobbiton Movie Set em Matamata na Nova Zelândia

Localizada no coração da região de Waikato, a cerca de 2 horas e meia de carro ao sul de Auckland. Hobbiton é parada obrigatória para cinéfilos e fãs dos filmes dirigidos pelo diretor neozelandês Sir Peter Jackson e baseados nas obras do escritor sul-africano J.R.R Tolkien e que visitam a terra média, quero dizer a Nova Zelândia.

Cenário Bucólico em Matamata e que inspirou a construção de Hobbiton

Embora tenhamos passado por Matamata diversas vezes à caminho de Rotorua e outros destinos na ilha norte da Nova Zelândia, levamos quase 1 ano e meio morando na Nova Zelândia para finalmente visitarmos o famoso vilarejo dos Hobbits.

Condado dos Hobbits na Nova Zelândia

E quando finalmente conhecemos o condado, aproveitamos o passeio para também experimentarmos um Farm Stay na principal região produtora de leite do país.

Hobbiton - O Condado dos Hobbits na Nova Zelândia

No final das contas, nos 3 anos incríveis que moramos na Nova Zelândia, acabei visitando Hobbiton pelo menos outras 3 vezes.

História e construção de Hobbiton na Nova Zelândia

O local escolhido para instalar Hobbiton e retratar a vila dos Hobbits de J.R.R Tolkien foi descoberto pelo diretor Sir Peter Jackson e pela equipe da NewLine Cinema (produtora do filme) durante um sobrevôo de prospecção de possíveis locações para filmagem da trilogia do Senhor dos Anéis em Setembro de 1998.

Shire do filme O Senhor dos Anéis na Nova Zelandia

O local escolhido foi a fazenda da família Alexander que, além de uma paisagem bucólica cercada pelas montanhas do Kamai Ranges, possui enormes árvores solitárias e infinitas colinas verdejantes assim como J.R.R. Tolkien descreve em seus livros.

Hobbiton e suas colinas verdejantes na Nova Zelândia

Além disso tudo, o local também atendia ao requisito cinematográfico de ser praticamente isolado. Ou seja, as filmagens poderiam acontecer longe dos curiosos e ainda contava com ausência quase total de postes de luz, cercas, estradas, casas e carros no horizonte em 360o. O que facilitou e muito a filmagem e a edição das cenas dos filmes.

Hobbiton - O vilarejo dos hobbits na Nova Zelândia 

Uma vez definido o local, a construção do set de filmagens iniciou em ritmo frenético em Março do ano seguinte e contou até mesmo com ajuda do exército da Nova Zelândia que além de serviços de terraplanagem, construiu uma estrada de 1,5 km no interior da fazenda até o local escolhido pelo diretor para rodar inúmeras cenas do filme.

E ali, com ajuda de artistas, carpinteiros e vários outros profissionais de cenografia do Weta Studios de Wellington, utilizando-se madeira bruta, compensado, poliestireno e outros materiais cenográficos construíu-se a primeira versão do condado (shire) dos Hobbits.

Casinha dos Hobbits na Nova Zelândia

Uma vez montada, a estrutura cenográfica da primeira Hobbiton foi utilizada por cerca de 3 meses entre Dezembro de 1999 e Fevereiro de 2000 nas gravações da trilogia do Senhor dos Anéis. Depois disso, a estrutura foi parcialmente desmontada/abandonada.

Jardim dos Hobbits em Hobbiton na Nova Zelândia

No entanto, quando o primeiro filme da franquia do Senhor dos Anéis, estreou nos cinemas do mundo em 2001, muita gente que assistiu aos filmes, ficou interessada em conhecer a Nova Zelândia e consequentemente os cenários e paisagens dos filmes.

Vila de portas redondas na Nova Zelândia

E assim, graças ao filme, surgiu uma demanda que logo fez com que alguns operadores de turismo oferecessem tours pelas locações das filmagens em diversos pontos do país.

Hobbiton - Uma das atrações turisticas mais populares da Nova Zelândia

Como a primeira Hobbiton foi construída apenas em caráter temporário para as filmagens não havia muita coisa para se visitar a não ser a paisagem e alguns resquícios abandonados do cenário.

Casinha dos Hobbits em Hobbiton na Nova Zelândia

Aproximadamente dez anos depois do lançamento do primeiro filme da épica trilogia do Lord of the Rings, a decisão de filmar a prequela do filme. A trilogia do “The Hobbit”, fez com que as partes envolvidas (fazendeiro, diretor e estúdio de cinema) concordassem em comum acordo em reconstruir Hobitton. Desta vez, em caráter definitivo e utilizando materiais duráveis.

Hobbiton em Matamata na ilha norte da Nova Zelândia é uma das atrações mais populares do país entre os fãs das trilogias Lord of the Rings e The Hobbit

Desta forma, além de servir de cenário para gravação dos filmes, o local poderia ser convertido numa atração turística e fonte extra de receita para todas as partes envolvidas no negócio. E hoje, apesar de os 6 filmes de ambas trilogias terem gravados em mais de 150 locações diferentes espalhadas por toda a Nova Zelândia, Hobbiton é sem dúvida a atração turística mais visitada de todas as atrações turísticas da Terra Média.

Bags End Hobbiton: Casa dos Hobbits mais famosos do mundo

E assim, a pacata Matamata com seus pouco mais de 6000 habitantes, logo passou a ser internacionalmente reconhecida como a casa oficial dos Hobbits.

Casa do Bilbo e Frodo Baggins em Hobbiton na Nova Zelândia

Na reconstrução de Hobbiton, os cenógrafos e jardineiros reconstruíram com esmero todos os 44 Hobbit holes originais. E ainda deram uma caprichada extra nos detalhes que vão desde as roupinhas nos varais, os pomares de frutas, as cestas com pães, as chaminés soltando fumaça e afins… Ao visitar o local, a sensação é de que os Hobbits acabaram de passar por alí e acabaram de sair para procurar o  anel aka “my precious” e logo vão estar de volta.

Imprevistos acontecem! Compre seu seguro de viagem aqui!
Utilize o link a seguir CLIQUE AQUI para receber desconto em sua compra.

Como é o tour por Hobbiton?

Se você já tiver comprado seu ticket com antecedência pela Internet, vai só precisar trocar ele pelo ticket físico no guichê dos grupos.

Tours em Hobbiton

Com o seu ticket em mãos, basta seguir até a área externa do “The Shire’s Rest” de onde saem os ônibus que levam os visitantes até o condado. Você precisará entrar na fila correspondente ao horário que aparece no seu ticket (há placas indicativas no local). Mostre seu ticket para o funcionário na hora de embarcar. Dentro do ônibus, é exibido um filme sobre o local e, durante o trajeto, é possível observar as colinas verdejantes e muitas ovelhas da fazenda da família Alexander. O guia passa algumas informações e o ônibus nos deixa no início da trilha para dar início à visitação propriamente dita.

Visual para o condado em Hobbiton na Nova Zelândia

Durante o passeio pelo condado dos Hobbits, os guias explicam como algumas das cenas mais memoráveis dos filmes foram feitas e contam fatos interessantes que vão desde as curiosidades sobre a escolha do local, passando pelas curiosas excentricidades do diretor e indo até fatos interessantes relacionados ao filme e seu elenco em sí.

Oscar Risch em Hobbiton na Nova Zelandia

Quer um exemplo: No primeiro filme (Lord of the Rings), para criar o Bag End, o carvalho que está sobre as “tocas” dos Hobbits mais famosos do mundo (Frodo e Bilbo Baggins). Uma árvore natural foi abatida numa fazenda vizinha em Matamata, e para ser transportada teve de ser cortada em pedaços, numerada e remontada no local com o auxílio de parafusos e arames. Como a árvore teve que ser sacrificada, suas folhas originais foram substituídas por mais de 200 mil folhas artificiais, fabricadas em Taiwan e coladas uma a uma na árvore.

Bags End:Arvore mais famosa do Condado Hobbit

Já para a filmagem do  “The Hobbit”, nenhuma árvore precisou ser cortada. O que a produção do filme optou foi reconstruir a árvore original, desta vez fabricada toda em silicone, plástico e arame. Além é claro das folhas artificiais made in Taiwan. Moral da história, tal árvore siliconada customizada para Hobbiton custou a bagatela de aproximadamente 2 milhões de reais.

Bag End em Matamata

Enfim, enquanto passeamos pelos jardins e hortas de Hobbiton, aproveitamos para tirar inúmeras fotos do local e aprender com o guia do tour um pouco sobre a questão da escala das casinhas (Hobbit Holes) e o uso de figurantes locais e algumas outras excentricidades do diretor.

Hobbit Holes e jardins de Hobbiton

Uma das mais absurdas por exemplo, foi parar as filmagens por 3 dias para importar um porco da Inglaterra para ser figurante da fazenda. Segundo o diretor, os porcos disponíveis na Nova Zelândia até então não seriam tão característicos quanto aqueles descritos por J.R.R Tolkien.

Casinha típica em Vila Hobbit em Hobbiton na Nova Zelândia

Enquanto as filmagens do Lord of the Rings na região duraram quase 3 meses, a filmagem das cenas do The Hobbit foram todas captadas em apenas 12 dias em meados de Outubro de 2011 e contou com mais de 400 atores e figurantes. Entre outros nomes tinham o próprio Peter Jackson (diretor do Filme), Sir Ian McKellen (Gandalf), Elijag Wood (Frodo Baggins), Sean Astin (Sam), Ian Holm (Bilbo Baggins) e Martin Freeman (Jovem Bilbo Baggins).

Cidade cenografica de senhor dos aneis e o Hobbit na Nova Zelândia

Apesar de o passeio por Hobbiton durar aproximadamente duas horas, o tempo passa literalmente voando e o mesmo termina no simpático Green Dragon Pub. O Green Dragon recria um pub medival frequentado por Frodo, Sam, Merry e Pippin no Senhor do Anéis e pelos Anões no “The Hobbit”.

Bar do dragão verde em Hobbiton na Nova Zelândia

Além de uma arquitetura peculiar, no local encontramos uma seleção de 4 bebidas artesanais diferentes produzidas em parceria com uma microcervejaria local e especialmente fabricadas para Hobbiton.

Interior do Bar de Hobbiton

Como parte do tour, você pode escolher uma destas bebidas para experiementar. Acabamos escolhendo a cidra (deliciosa por sinal) e a Pale Ale. As outras opções são uma Brown Ale e uma Ginger Ale (não alcoólica).

Entrada para o Green Dragon Tavern em Hobbiton

Ficamos por alí apreciando o local e tomando nossos #bonsdrink por uns 15-20 minutos e depois seguimos em direção ao ponto de início do tour. Lá, o ônibus que havia nos deixado no inicio do passeio nos esperava para nos levarmos de volta até a área na entrada da fazenda onde encontramos a bilheteria, o Rest Café, a lojinha e o estacionamento.

Hobbiton na Nova Zelândia

Falando em Lojinha, os aficcionados pela obra de J.R.R. Tolkien vão ao delírio alí.  As coisas não são baratas mas os fãs raizes de LOTR e The Hobbit certamente não conseguem ir embora sem levar pelo menos uma lembrancinha.

Moinho dos Hobbits em Hobbiton na Nova Zelândia

Se você assistiu e curte aos filmes da saga do Senhor dos Anéis e do Hobbit este é definitivamente um passeio imperdível para se fazer na Nova Zelândia.

Smaug em Hobbiton na Nova Zelândia

Curiosamennte cerca de 1/3 das pessoas que fazem o tour nunca viram nenhum dos 6 filmes e ainda assim, saem em sua grande maioria satisfeitas com o que viram segundo uma pesquisa feita pelo pessoal da Hobbiton Tours. Eu pessoalmente relutei por um tempo em visitar Hobitton, achava que seria um super pega turista.

Hobbiton uma atracão incrível na Nova Zelândia

Tenho que dizer que em um primeiro momento até parecia que estava certo, mas depois que desembarcamos do ônibus e chegamos ao Shire propriamente dito, achei simplesmente um barato. Minha dica é, se possível tente evitar visitar o local nos finais de semana para pegar o lugar mais vazio.

Porta de Bilbo Bolseiro na Nova Zelândia

Lembrando que o ideal é comprar os ingressos com antecedência e hora marcada para evitar ter que ficar esperando conseguir vaga no tour.

Opções de Tours em Hobbiton

O Hobbiton Movie Set oferece diversos tipos de tours e experiências para você conhecer Hobbiton. Os passeios procuram desbravar os 5 hectares da propriedade destinados as gravações das trilogias de J.R.R Tolkien, passando por diversas “Hobbit Holes”, o moinho, e a famosa taverna “Green Dragon Inn”.

Local este onde é possível experimentar bebidas exclusivas preparadas para que o visitante se sinta em uma aventura na Terra Média. Para quem tem mais tempo, há opções mais elaboradas que incluem o tour guiado e que terminam num banquete noturno.

Durante o ano, há também eventos especiais, como por exemplo, o Dia Internacional do Hobbit, Festival da Cerveja de Hobbiton e Festival de Inverno.

Em seguida, confira as opções de tours disponíveis regularmente e veja a que melhor se adequa a você.

HOBBITON MOVIE SET TOUR

Este é o tour mais básico e tradicional de Hobbiton. Tratam-se de visitas guiadas de cerca de 2 horas de duração, com um guia que vai explicando detalhes do local e curiosidades sobre as filmagens dos filmes das trilogias “Senhor dos Anéis” e “O Hobbit”. O site oficial informa ser essencial fazer a reserva com antecedência devido a alta demanda. Há também a opção de combinar o passeio com um almoço (NZ$ 36 adicionais) ou brunch (NZ$ 26 adicionais) no The Shire, local onde também fica a bilheteria e uma loja de souveniers. As refeições devem ser selecionadas no momento da reserva do passeio.

 

EVENING BANQUET TOUR

Este é um tour mais completo para quem tem mais tempo, pois tem duração de 4 horas. O tour tem início no fim da tarde e as duas primeiras horas são exatamente iguais ao tour tradicional. A segunda metade do tour inclui um banquete na sala de jantar do “The Green Dragon”. No menu estão pratos repletos de comidas tradicionais. Para concluir essa experiência premium, após o jantar, os convidados voltarão a se juntar ao guia para fazer o caminho de volta. As trilhas serão iluminadas e lanternas de mão serão fornecidas para ajudar a iluminar o caminho.

 

PRIVATE TOURS

Para quem quiser ter uma experiência mais intimista, há tours privados disponíveis. Se você tem interesse, é preciso fazer uma reserva antecipada preenchendo o formulário disponível no site oficial. O passeio começa pela pitoresca fazenda de ovelhas, e o guia contará diversas histórias sobre como o set de filmagens de Hobbiton foi criado. Tudo o que está incluso no tour tradicional também está incluso neste tour, com a grande diferença de fazer o passeio com grupos menores e dependendo da boa vontade do guia podendo até mesmo entrar no Hobbit hole mais famoso de Hobbiton para tirar uma foto.

Como chegar em Hobbiton

Hobbiton Movie Set fica em Matamata na região de Waikato na Ilha Norte da Nova Zelândia. A atração está a cerca de 175 km (2,5 horas) de carro do centro de Auckland; e a cerca de 70 km (1 hora) de Rotorua.

Para quem vem de Auckland existem 2 caminhos possíveis. O GPS provavelmente irá te mandar via Hamilton pela SH1. Eu particularmente prefiro seguir pela SH1 até a altura de Pokeno e lá pegar a SH2 sentido Tauranga e na altura de Mangatarata seguir pela SH27 até Matamata .

Para quem sai de Rotorua, existe basicamente um único caminho através da SH5 e SH27. Se estiver de carro e tiver um tempinho antes ou depois da visita à Hobbiton, não deixe de conhecer as Blue Springs em Putaruru. Reserve pelo menos 1 a 2 horas para fazer a Te Waihou Walkway.

Para quem estiver viajando de carro e for fazer um roteiro que inclua essas duas cidades, vale a pena incluir o passeio no dia que estiver se deslocando entre esses dois destinos, pois Hobbiton fica entre elas. Para mais informações, consulte este link. Há também diversas opções de excursões que partem de algumas cidades importantes na Nova Zelândia.  Essas excursões são recomendadas para quem não quer alugar um carro e podem ser somente para Hobbiton ou podem incluir passeios para outros destinos. Falaremos mais sobre essas excursões em seguida.

Ingressos & Excursões para Hobbiton

A Nova Zelândia é um país que vale bastante a pena você alugar um carro ou motorhome para ter mais flexibilidade para explorar o país. Mas muita gente não necessariamente gosta ou pode dirigir. Neste caso, a melhor alternativa, é pegar uma excursão partindo de Auckland, Rotorua ou Tauranga para conhecer Hobbiton e outras atrações pela região. No Get Your Guides, parceiro do blog existem várias opções de Tours e excursões para Hobbiton.  Lembrando que você também pode comprar seu ingresso para Hobbiton com hora marcada e sem filas por aqui.

> SEM TRANSPORTE

> COM TRANSPORTE

>> PARTINDO DE AUCKLAND
>> PARTINDO DE ROTORUA
>> PARTINDO DE TAURANGA

Informações úteis para visitar Hobbiton

Hobbiton abre diariamente das 09:00 às 17:00.

O ingresso para o tour saindo do The Shires Rest (entrada da fazenda) custa 89 NZD.

Crianças de 10 a 14 anos pagam metade deste valor e crianças entre 5 e 9 anos pagam 10NZD .Crianças de 0-4 anos não pagam.

Você pode também conhecer Hobbiton saindo do I-site do centro de Matamata pelo mesmo valor ou saindo de Rotorua acrescendo 35 NZD ao valor do ingresso cobrado pelo passeio saindo de Matamata.

  • Horários: 
    • Hobbiton Movie Set Tour: diariamente tours guiados partem entre 9h e 15h30 / há tours adicionais entre 16h e 16h30 em datas selecionadas entre setembro a abril / há tours adicionais entre 17h e 17h30 em datas selecionadas entre fim de dezembro e fevereiro | duração de 2 horas
    • Evening Banquet Tour: fins de tarde de domingo, segunda, terça e quarta-feira ao longo do ano todo | duração de 4 horas – confira a disponibilidade no site oficial
    • Private Tours: a combinar | duração de 2 horas | máximo de 6 pessoas por tour
  • Entrada: 
    • Hobbiton Movie Set Tour: NZ$89 – compre seu ticket online neste link / NZ$110 (com brunch) / NZ$120 (com almoço) – compre seu ingresso online aqui | gratuita para crianças até 8 anos | NZ$42 para jovens de 9 a 16 anos
    • Evening Banquet Tour: NZ$195 | gratuita para crianças até 4 anos | NZ$100 para crianças de 5 a 8 anos / NZ$152 para jovens de 9 a 16 anos
    • Private Tours: NZ$750 grupo de até 4 pessoas / NZ$84 para adultos adicionais com mais de 17 anos / NZ$42 para jovens adicionais entre 9 e 16 anos.

Hobbiton combina com o que?

Matamata é um lugar interssante para fazer uma pausa entre sua viagem de Auckland a Rotorua. Enquanto a primeira está a 2 horas e meia de carro. A segunda está apenas à uma hora de distância e para quem não sabe, Rotorua é o centro da cultura maori e da atividade geotérmica na Nova Zelândia.

Além de Rotorua e Auckland temos também destinos como Taupo, Waitomo e Coromandel a uma distância não muito longe de Matamata. Então vale a pena investir alguns dias nessa região para explorar essa região.

Auckland, Hamilton, Taupo e Rotorua tem uma ótima infra-estrtutura hoteleira e estão a uma distância razoável para um bate e volta para Hobbiton. A região de Waikato conta também com excelentes opções de hospedagem.

Hobbiton em Matamata

Coordenadas GPS para Hobbiton

Latitude Longitude
S 37 52.312 E 175 40.961



Booking.com

Video em Hobbiton

Oscar Risch visitou Hobbiton com cortesia do Hobbitton Tours e Tourism New Zealand. E como parte de nossa política de relacionamento com os leitores, fazemos questão de deixar claro o que recebemos e o que pagamos. E como sempre, todas as opiniões e impressões refletem única e exclusivamente a experiência do autor.

Se este post foi útil para você, ajude o blog a continuar existindo reservando hotel, alugando carro, contratando seguro viagem, comprando passagens, SIM Cards e reservando seus passeios e atrações. Prestigiando nosso trabalho e planejando suas viagens através dos links do blog continuaremos a postar dicas e posts de nossas aventuras pelo mundo e assim esperamos ajudar a melhorar ainda mais a sua experiência de viagem.

 

Reservando através dos links do blog você não paga mais por isso, mas o blog recebe uma pequena comissão. Você pode ficar sabendo mais sobre como isso funciona na política do blog Fotos & Destinos.

 

Aproveite também para seguir nossas redes sociais como Instagram e Facebook

Obrigado!!

Oscar Augusto Risch

47 Comentários

  1. avatar

    […] nossa visita à Hobbiton, decidimos experimentar um Farmstay e ficar numa das inúmeras fazendas existentes na região de […]

  2. avatar
    Posted by Juliana Araujo| 12/03/2015 |Responder

    Nossa, esse lugar é realmente encantador; acredito que estar aí significa sair deste mundo e ir direto pra terra média. Apaixonante….
    Meu sonho de consumo!!

  3. avatar
    Posted by Antonio Alves| 12/03/2015 |Responder

    Que lugar fantástico. Qualquer pessoa mesmo que não tenha visto o filme “Senhor dos Anéis” vai adorar conhecer este sítio. Obrigada por dá-lo a conhecer. Será uma das minhas próximas viagens

  4. avatar
    Posted by Guta | Blog Vambora!| 12/03/2015 |Responder

    Vendo as fotos do instagram já tinha ficado com vontade de conhecer, agora depois de ler todos os detalhes aqui fiquei mais curiosa ainda! Não vai ter jeito, mais uma coisa para fazer quando for ai para NZ! Adorei!!!

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 12/03/2015 |Responder

      Guta
      Eu fui relutante por algum tempo pensando que seria super tourist trap, mas adorei…Super recomendo, principalmente se vc é fã dos filmes. Já voltei outras 2 vezes 😀

  5. avatar
    Posted by Balin (@medaumvinil)| 12/03/2015 |Responder

    Esse lugar é realmente incrível, um dia vou visitar espero que seja o mais breve possível. Você tem como dar dicas de como ir para Nova Zelândia? Se pacotes de intercâmbio é a forma mais fácil de viajar pra NZ ou não, se é mais barato. Esse tipo de coisa 🙂 Quanto está em média uma viagem para Nova Zelândia do Brasil, e qual época é mais barato os vôos também. Agradeço desde já 🙂 ótimas fotos.

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 12/03/2015 |Responder

      Para chegar à Nova Zelândia o melhor caminho para quem sai do Brasil é vir com a LAN Chile via Santiago. Eu não trabalho com intercâmbio e não sei quanto um para cá custa.. Para descobrir o valor da viagem para cá basta você entrar e fazer simulação no site da Cia Aérea ou dos consolidadores de passagens.. Qto a época em que as passagens são mais baratas é bem relativo dizer.. Alta temporada na NZ geralmente vai de Novembro a Março e de Julho a Agosto..
      Abraço

  6. avatar
    Posted by Fabiane Teixeira| 12/03/2015 |Responder

    Excelente! Adorei o post!!!! Está entre um dos meus destinos de sonho!

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 12/03/2015 |Responder

      Fabiane
      Legal que você curtiu 😀 A Nova Zelândia é provavelmente um dos países mais bonitos e incríveis que já visitei na vida.. ter a oportunidade de morar aqui é um verdadeiro privilégio.. Quando for embora vou sentir muitas saudades..
      Obrigado pela visita e pelo seu comentário

  7. avatar
    Posted by Angie| 12/03/2015 |Responder

    Que show, adorei!!!! Muito fofas as casinhas dos Hobbits, deve ser muito legal conhecer tudo ao vivo! 🙂 Bjs

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 12/03/2015 |Responder

      Angie
      Quanto tempo que não vejo um comentário seu por aqui o/
      Eu adorei conhecer Hobbiton, as casinhas são mesmo uma graça.. Por um minuto dá para se sentir parte do filme..
      Bjs

  8. avatar
    Posted by Camila Navarro| 12/03/2015 |Responder

    A Nova Zelândia tem entrado cada dia mais na minha lista de desejos! Ainda não sei quando será, mas é claro que Hobbiton estará no roteiro! Semana passada assisti a um programa que falava sobre o mel daí e fiquei com ainda mais vontade! rsrs

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 12/03/2015 |Responder

      Camila
      A gente fica por aqui por pelo menos até Agosto/Setembro de 2015.. A NZ é um país fantástico tanto para se morar quanto para se visitar.. O Mel daqui é realmente muito bom!! O programa que você assistiu por acaso mencionava o Manuka Honey? Manuka é uma espécie de arbusto daqui da NZ cujas flores produzem um mel com diversas propriedades medicinais e antibacterianas que faz muito sucesso entre os asiáticos
      Aparecendo por aqui, saiba que vcs tem lugar para ficar em Auckland..
      Bjs e obrigado pela visita 😀

  9. avatar
    Posted by Wesley Andrade| 12/03/2015 |Responder

    Simplesmente sensacional. Muita vontade de conhecer! Parabéns pelo post e pelas lindas fotos!

  10. Posted by Fabio Pastorello| 12/03/2015 |Responder

    Que sonho, gostaria muito que iniciativas como essa se espalhassem por aí, e outras locações cinematográficas se transformassem em destinos turísticos fixos. Muito legal o post! Abs.

  11. avatar
    Posted by Suzana| 12/03/2015 |Responder

    Como sempre, as suas dicas são maravilhosas e este, com certeza, será um dos primeiros lugares visitados quando chegarmos aí. Somos fãs de carteirinha da saga. Amei as fotos e já está anotado: visitar durante a semana. Bjus!!!

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 12/03/2015 |Responder

      Suzana
      Demoramos bastante para finalmente conhecer Hobbiton, mas adoramos e de certa forma até nos arrependemos de não ter conhecido antes 😀 Desde então já voltei outras 2 vezes
      Bjs

  12. Posted by beirouth| 12/03/2015 |Responder

    Eu quero!!!… rsrs… Ótimo post!

  13. avatar
    Posted by Tudoo Junto – de tudo um pouco e um pouco mais -| 19/03/2015 |Responder

    […] Fonte:Viajoteca […]

  14. avatar
    Posted by Barbara| 14/07/2015 |Responder

    Oi Oscar, vou estar em Rotorua semana que vem, e na sexta dia 24 temos a tarde livre. Tem esse passeio saindo direto de Rotorua? obrigada!

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 19/07/2015 |Responder

      Oi Barbara
      Sim tem passeio saindo de Rotorua.. Minha recomendacao é assim que chegar em Rotorua procure o i-site para fazer a reserva do seu passeio

  15. avatar
    Posted by Barbara| 20/07/2015 |Responder

    muito obrigada!

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 20/07/2015 |Responder

      De nada:D
      O i-site de Rotorua fica numa construção que lembra um pouco uma estação de trem na 1167 Fenton St, Rotorua
      Abs

  16. avatar
    Posted by Bruna| 04/08/2015 |Responder

    Olá, adorei o post, o lugar de tão maravilhoso dá vontade de ir pra morar em uma das tocas… Sabe me dizer o custo geral para viajar até lá? (contando passagens do Brasil até o local, pousadas, diária, ingressos e outros custos adicionais). Estou interessada em ir, pra isso vou ter que juntar um bom dinheiro. Obrigada!

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 04/08/2015 |Responder

      Ola Bruna
      O custo da sua viagem tem inumeras variaveis que vao deste a epoca do ano que voce viaja, passando pelo local que voce mora no Brasil, tempo que pretende viajar, grau de conforto que espera encontrar e pr ai vai.. Sugiro voce começar pesquisando passagems em sites de busca como o http://www.submarino.com.br, hoteis no booking.com e por ai vai… Para despesas com alimentacao e transporte reserve cerca de 100 USD por dia
      Abs

  17. avatar

    […] inspiradas na obra de J.R.R Tolkien, hoje na Nova Zelândia existem destinos e atrações como Hobbiton na ilha norte que se tornaram algumas das atrações turísticas mais badaladas do país dos […]

  18. Posted by Felipe| 30/11/2015 |Responder

    Existe alguma possibilidade do visitante permanecer no local por mais tempo, digo, além do tempo do tour? Pq, assim, minha maior motivação para viajar para a NZ é para conhecer a chamada Vila dos Hobbits (é como chamam no livro), mas meu desejo é passar não só o tempo do tour, mas tipo um dia todo, ou mais de um dia, pagando é claro. Existe a possibilidade de você passar o dia todo ou só é permitida a estadia durante o tempo do tour?

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 03/12/2015 |Responder

      Felipe
      Infelizmente como a demanda pelos passeios é super alta, você só pode permanecer no condado pelo tempo do tour.. A única alternativa seria fazer o passeio mais de uma vez.. Tenho que dizer uma coisa, o condado é uma graça, mas a Nova Zelândia tem tanta coisa legal para conhecer que passar um dia todo lá é literalmente perda de tempo. Uma coisa que voce pode considerar é fazer um tour no final da tarde e depois fazer o Evening Dinner Tour => http://www.hobbitontours.com/OurTours/EveningDinnerTours
      Abraço

  19. avatar

    […] Hobbiton: Visitando o condado dos Hobbits na Nova Zelândia […]

  20. avatar

    […] do Oligoceno e Mioceno (32-22 milhões de anos atrás), as cavernas de Waitomo são, ao lado de Hobbiton, uma das principais e mais populares atrações turísticas da região de Waikato. Porém não são […]

  21. avatar
    Posted by Lilian Lecuona| 09/10/2016 |Responder

    Parabéns pelo site. Dá pra viajar sem sair de casa só lendo os posts. Oscar, vc ainda mora na NZ? Tenho dois filhos pequenos e gostaria de morar neste país maravilhoso. Para visitar NZ precisa de visto? se resolvermos permanecer no país podemos tirar o visto lá mesmo? Abraços

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 11/10/2016 |Responder

      Olá Lilian
      Obrigado pela visita.. Infelizmente não estou mais morando na Nova Zelândia,faz pouco mais de um ano que me mudei para Hong Kong.. Para conhecer a Nova Zelândia com passaporte brasileiro e como turista não é necessário visto. Você pode permanecer no país por até 90 dias. Para eventualmente migrar para a Nova Zelândia você precisa de planejamento, principalmente se pretende mudar com família.. Recomendo você pesquisar mais à respeito no site da Imigração Neozelandesa.
      Abs

  22. avatar
    Posted by Josean Guedes| 25/01/2017 |Responder

    Parabéns pelo site Oscar!
    Minha curiosidade é saber como as casas são construídas, o projeto arquitetônico desse lugar pois vi que o teto é com madeiras e é também o solo. Como deve ser ficar as raízes da vegetação e a conservação de toda essa madeira…?
    Abs

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 07/02/2017 |Responder

      Olá Josean
      A construção da Hobbiton original para a filmagem dos filmes da trilogia do Senhor do Anéis era temporária, mas despertou tanto interesse que quando decidiram gravar a trilogia do O Hobbit eles fizeram a estrutura permanente para virar um parque para ser visitado pelos fãs. Para tal eles usaram materiais mais resistentes e permanentes. A madeira é tratada contra apodrecimento e muita coisa que parece ser de madeira na verdade é de alvenaria e pintada como se fosse madeira.. Quanto as raízes, as plantas plantadas sobre as casas são plantas herbáceas a arvore grande que vemos sobre a casa do Frodo é fake (feita de plástico e metal), neste caso o sistema radicular das plantas tem pouca, se nenhuma, interferência nas casinhas.. Lembrando ainda que apenas a casa do Frodo é caso o restante é basicamente apenas fachada..
      Abs

  23. avatar

    […] Leia também: Hobbinton, visitando o condado dos hobbits na Nova Zelândia […]

  24. avatar
    Posted by Eliane| 25/08/2017 |Responder

    Olá! Muito obrigada pelo post!
    Será que poderia me ajudar com uma dúvida, dirigiremos de Auckland a Rotorua no mesmo dia
    Você acha que é possível parar em Waitomo Cave e Hobbiton?
    Você acha melhor deixar o carro em MataMata ou na entrada (The Shires Rest)?
    Será um sábado (infelizmente). Acha melhor comprar o ingresso antes?
    Muito obriagda
    Atenciosamente
    Eliane

    • Posted by Oscar Augusto Risch| 04/09/2017 |Responder

      Olá Eliane tudo jóia?
      Voce pode sim parar em Hobbiton ou Waitomo Caves pelo caminho entre Auckland e Rotorua. Se quiser fazer as duas atracões até é possível (meio corrido é verdade), mas se você sair cedinho de Auckland da para ir para Waitomo e depois Hobbiton é possível sim. único problema é que você vai chegar so no finalzinho do dia/quase noite em Rotorua. Neste caso o máximo que você vai conseguir fazer em Rotorua é provavelmente ir num show maori ou no spa de aguas termais tipo o Polynesian Spa.
      Quanto a onde deixar o carro em Hobbiton, eu acho mais conveniente dirigir até a entrada direto. Assim você economiza tempo que perderia no translado de ônibus. Por ser final de semana até pode ser interessante comprar o ingresso antecipado, mas não necessariamente, até porque apesar de ainda muito popular, Hobbiton já não é a mesma febre que era a 3-5 anos atrás. (Desculpe a demora em responder, seu comentário foi parar na caixa de spam)

  25. avatar
    Posted by Meiriane| 30/03/2018 |Responder

    Quero ir….. :,(
    lindo demais.. amo a saga!!

    • Posted by Oscar Risch| 12/05/2018 |Responder

      É um passeio inesquecível.. especialmente para quem curte a obra de J.R.R Tolkien

  26. avatar
    Posted by Dalla Martha| 13/03/2019 |Responder

    Esta de parabéns pelo site, sou fã e em breve estarei ai. grande abraço e novamente parabéns pelo site.

  27. avatar
    Posted by Rodrigo Dalla Martha| 13/03/2019 |Responder

    Oscar, parabéns pelo site, parabéns pela iniciativa de compartilhar conosco o que é estar em HOBBITON, estarei em HOBBITON em breve, grande abraço.

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Todos os campos são requeridos.